Secretaria da Justiça e Cidadania e Centro de Tradições Nordestinas promovem casamento comunitário para dezenas de casais

A parceria entre o CIC e o CTN para a realização de casamentos comunitários vigora desde 2011

Neste sábado, 19 de novembro, 68 casais alcançaram o sonho do matrimônio, no casamento comunitário organizado pela Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC), por meio da unidade Norte do Centro de Integração da Cidadania (CIC), em parceria com o Centro de Tradições Nordestinas (CTN).

A cerimônia aconteceu na sede do CTN, no bairro do Limão, com direito a decoração, música, fotos e convidados para prestigiar o amor. O secretário-executivo da Justiça e da Cidadania, Luiz Orsatti Filho, prestigiou o casamento. O evento teve como objetivo regularizar o estado civil de casais de baixa renda, por meio da documentação necessária, e assim oficializar a sua vida conjugal.

Dezenas de casais recebem o matrimônio no casamento comunitário organizado pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Divulgação/SJC)

“O casamento é um ato de cidadania, que envolve direitos, tolerância e respeito. É, principalmente, a celebração do amor. O Governo de SP sabe a importância desse ato e promove essa política pública de forma gratuita à população, especialmente a mais vulnerável, para oficializar a união dos casais, que, as vezes, já estão juntos há anos”, afirma o secretário Luiz Orsatti Filho.

Desde 2004, o CIC realizou 63 casamentos comunitários e oficializou a união de cerca de 6,2 mil casais. Por conta da pandemia da Covid-19, a tradição foi interrompida em 2020, e retomada no fim de 2021, quando o CIC Norte e o Centro de Tradições Nordestinas organizaram 60 casamentos, respeitando todos os protocolos sanitários, inclusive exigindo o comprovante de vacinação

Em 2022, pela primeira vez, foi coordenado um casamento comunitário entre as 18 unidades do programa e casais de todo o Estado de São Paulo. A cerimônia aconteceu no Ginásio Mauro Pinheiro, em pleno Dia dos Namorados, e reuniu 232 casais.