Secretário da Justiça prestigia abertura da exposição interativa “Olhos que Emocionam”

 

O secretário da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa, participou nesta quinta-feira (18), às 10h, da abertura da exposição interativa “Olhos que Emocionam” organizada pelo artista Plástico Alex King e pela produtora artística Adriana Lopes, no Pátio do Colégio, 148.

O evento, promovido pela Coordenação de Políticas para População Negra e Indígena, marca as ações da Pasta durante o “Novembro Negro”, dedicado às questões da consciência negra.
A mostra apresenta quadros artísticos de sete mulheres negras como importante ferramenta de inclusão cultural, em uma perspectiva de incorporação da arte, do empoderamento, e da beleza negra, em seus diversos matizes. Na ocasião, três modelos vivos, retratadas nos quadros, estiveram presentes trajadas com vestimentas africanas.

Durante sua fala, Fernando José da Costa, ressaltou que a Pasta é a grande guardiã dos direitos humanos, dos direitos da igualdade, e que pune administrativamente a discriminação. “É inaceitável, nos dias atuais, que ainda nos deparamos com pessoas que praticam atos de preconceito em razão da cor da pele. São eventos como esse que reforçam a necessidade de continuarmos lutando para que que tenhamos, talvez não nessa, mas nas futuras gerações, o pensamento de que, de fato, somos todos iguais”, explanou o secretário.

 

“Poder estar aqui nesta casa da Justiça, eu um artista negro, da Zona Leste de São Paulo, quero atrair os olhares da sociedade para a relevância do aprendizado da cultura e da ancestralidade africana, é um marco na minha carreira, na minha história”, disse o artista plástico Alex King.

O Coordenador de Políticas para a População Negra e Indígena, Antonio Carlos da Silva Barros, expressou a importância deste momento histórico da Secretaria de Justiça e Cidadania “ Ao recebermos a expressão do rosto do Brasil: mulheres negras, que demonstram a importância de ter consciência de sua negritude, de sua beleza, de sua força, é muito gratificante”.

Os quadros ficarão expostos até amanhã (19) na sede da SJC, e depois seguirão para pontos estratégicos da cidade de São Paulo, na Semana da Consciência Negra, onde estará fixado um QR Code, em um totem, com link que interagirá com a história da exposição, disponibilizado para visitas virtuais.

Participaram do evento, Adekunê Aderom Mú, Rei de Iwa Axé da Nigéria, Adekina, artista plástico, Luiz Orsatti Filho, secretário executivo da Justiça e Cidadania, Lucimara Nunes de Paula, chefe de gabinete, demais servidores da Pasta e convidados.