Coordenadora de Políticas para a Mulher realiza encontro com membro do Sindicato dos Trabalhadores Rurais da Região de Araraquara

Em encontro promovido pela Coordenadora de Políticas para a Mulher, Edna Martins, da Secretaria da Justiça e Cidadania, com representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais da Região de Araraquara – SP, foi debatido o aumento nos casos de violência doméstica. 

Participaram do encontro a trabalhadora rural e assessora do Sindicato, Daniela Honório, e a Produtora Rural e Bacharel em Direito, Maria Aparecida de Oliveira, que procuraram a Coordenação por conta do aumento dos casos de violência contra a mulher, que foi percebido pelo Sindicato.

Segundo Daniela o e Maria Aparecida, que também é promotora popular e faz parte do Conselho Municipal de Agricultura, no município Boa Esperança do Sul não há serviço especializado para o atendimento desta demanda, nem tampouco Delegacia de Defesa da Mulher.

A situação das mulheres rurais é ainda mais grave, levando em consideração a localização das residências, pois as moradias são distantes, o que dificulta ainda mais a efetivação de uma denúncia.

De acordo com a coordenadora da pasta “o encontro foi bastante produtivo e deu início ao importante debate, que precisa envolver o sindicato, prefeitos e a coordenação da mulher para traçar estratégias efetivas de combate a violência contra a mulher no campo.”

A região de Araraquara receberá uma das 43 Casas da Mulher em São Paulo, programa lançado pelo Governo do Estado em agosto de 2021, é uma iniciativa intersecretarial que disponibilizará, em parceria com os municípios, unidades regionais para o desenvolvimento de políticas públicas destinadas à mulher.

A Casa da Mulher em São Paulo disponibilizará serviços descentralizados de atendimento ao público feminino, com foco especialmente em saúde, cidadania e empreendedorismo, além de combate à discriminação e à violência de gênero.