“Gravidez na adolescência é para a vida toda” é uma campanha conjunta permanente das secretarias da Justiça e Cidadania (SJC), Educação (SEE) e Saúde (SES) do Governo do Estado de São Paulo para disseminar informações sobre a necessidade e a importância de prevenir a gravidez na adolescência.

A iniciativa se baseia no artigo 8º-A do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que prevê a realização da Semana Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência no mês de fevereiro. O foco é diminuir a incidência nessa etapa da vida.

A gravidez entre adolescentes traz impactos sociais e econômicos. Para elas e eles, pode significar abrir mão de sonhos, de planos pessoais e profissionais para o futuro. Economicamente, custa 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, por causa do abandono da escola, maior índice de reprovação entre os filhos desses pais, gastos com saúde, entre outros.

Embora São Paulo tenha reduzido em 46,59% o índice de gravidez entre adolescentes, ainda é uma questão enfrentada cotidianamente, por meio dos serviços públicos prestados pelo Estado. Em 1998, São Paulo tinha 148.018 de bebês nascidos vivos de mães consideradas adolescentes, com idades entre 10 e 19 anos. Em 2016, caiu para 79.048 nascimentos para essa faixa etária.

O planejamento familiar, escolher conscientemente quando se tornar mãe ou pai, é um direito constitucional também a ser exercido pelos adolescentes, que são as pessoas com idade entre 12 e 18 anos.

Neste portal, adolescentes e jovens encontram informações sobre como se prevenir, como agir se ocorrer a gravidez e quais dos direitos após o nascimento, além de conhecer histórias de vida de pessoas que se tornaram pais e mães na juventude. Educadores acessam dados e informações necessários para discutir o tema em sala de aula.

Todos ainda podem tirar suas dúvidas com as respostas da doutora Albertina Duarte Takiuti, médica sanitarista, especializada em Ginecologia, coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher, da Secretaria da Justiça, e coordenadora estadual do Programa Saúde do Adolescente, da Secretaria da Saúde.