Apoio à Vítima - CRAVI atualiza cartilha “Da Dor à Busca por Justiça – Orientações para Vítimas de Violência”

O Centro de Referência e Apoio à Vítima ( CRAVI), da Secretaria da Justiça e Cidadania, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), por meio do curso Psicologia, começou nesta segunda-feira (14), a atualizar a cartilha "Da Dor à Busca por Justiça - Orientações para Vítimas de Violência". 

O Manual, lançado em 2012, contém orientações sobre as instituições de justiça que podem ser acionadas em uma situações de violência. Além disso, conta com ilustrações e caracterizações sobre quais funções desempenham os principais atores que atuam na área da justiça, como juízes, psicólogos, assistentes sociais e promotores de justiça.

De acordo com o coordenador-geral do CRAVI, Bruno Fedri, os alunos da disciplina de Estágio Básico II, orientados pela profa. Tânia Cociuffo, realizarão a revisão do texto e também entrevistarão algumas vítimas para coletar de informações acerca de quais orientações   gostariam que fossem contempladas.

" A ideia da cartilha baseou-se na demanda das vítimas por mais orientação e quando foi lançada em sua primeira edição, ganhou projeção em todo o Estado. No entanto ela precisa ser atualizada, uma vez que, o crime de feminicídio não estava tipificado naquele ano. O CRAVI aproveitou a oportunidade e abriu espaço para as vítimas, que também ajudaram a escrever a cartilha com linguagem clara e objetiva. Nesta atualização não será diferente", completou o coordenador.

O lançamento da edição atualizada da cartilha está previsto para meados de 2021.

 

 

 

 

 

Compartilhe esta notícia: