CIC do Imigrante promove Cidadania em Movimento no Dia Mundial do Refugiado

Em alusão ao Dia Mundial do Refugiado, celebrado anualmente em 20 de junho, o Centro de Integração da Cidadania (CIC) do Imigrante, da Secretaria da Justiça e Cidadania, realizou nesta segunda-feira uma nova edição da Cidadania em Movimento, em sua sede, localizada na Rua Barra Funda, 1020 - Santa Cecília, São Paulo.

A ação contou com a presença do secretário executivo da Justiça e Cidadania, Luiz Orsatti Filho, e teve como objetivo a prestação de serviços para a população de imigrantes e refugiados, além da distribuição de roupas e acessórios, kits de higiene, e 400 cestas básicas doadas pela Fambras e pela Coordenação do CIC.

“O dia 20 de junho visa chamar a atenção para o tema, bem como para destacar a resiliência e a vontade do refugiado, de reconstruir a sua vida. E São Paulo, o Estado que mais recebe imigrantes em situação de refúgio no País, está preparado para oferecer apoio e acolhimento. Desde 2014, o CIC do Imigrante trabalha de forma incansável em prol dessa população visando sua plena integração”, destaca Orsatti.

Dentre os serviços oferecidos para a população estão:

  • Solicitação de regularização de documentação;
  • Preenchimento do formulário SISCONARE;
  • Regularização migratória;
  • Elaboração de currículos;
  • Cadastro de Vagas de emprego;
  • Carteira digital;
  • Habilitação de seguro-desemprego;
  • Orientação sobre consumo;
  • Orientação sobre População Negra;
  • Atendimento do Programa SP Acolhe;
  • Medição de pressão arterial;
  • Oficina de Pintura pela Cruz Vermelha;
  • Distribuição de roupas e acessórios, kits de higiene, e 400 cestas básicas.

O Dia Mundial do Refugiado foi criado em 2000 pela Assembleia Geral das Nações Unidas com o objetivo de promover a conscientização sobre a situação dos refugiados em todo o mundo. De acordo com os dados da 6ª edição do relatório “Refúgio em Números”, divulgada em 2020, pelo Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE), vinculado ao Ministério da Justiça, havia 57 mil refugiados reconhecidos no Brasil.

O Projeto Cerzindo, parceiro do CIC, disponibilizou diversas atividades para a população no Bloco B no mesmo endereço, com café da manhã, doação de roupas, rodas de conversa e workshop.

O CIC do Imigrante desenvolveu a ação em parceria com Secretaria de Desenvolvimento Social, Secretaria de Relações Internacionais, Prefeitura de São Paulo, Federação das Associações Muçulmanas do Brasil (Fambras), Agência da ONU para Refugiados (Acnur), Projeto de Promoção dos Direitos de Migrantes (ProMigra), Defensoria Pública da União (DPU), Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), Projeto Cerzindo, Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), Fundação Procon-SP, Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena (CPPNI), Fórum Inter-Religioso e Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (NETP).

CIC

O Centro de Integração da Cidadania (CIC) é um programa da Secretaria da Justiça e Cidadania que tem como missão promover o exercício da cidadania por meio da participação popular e garantir formas alternativas de Justiça, tendo como objetivos o acesso à Justiça; a prestação de serviços gratuitos; a articulação e o fortalecimento de redes e ações comunitárias; e a educação para cidadania e direitos humanos.

O CIC possui 18 unidades na Capital, na Grande São Paulo, no litoral e no interior do estado, geralmente em regiões de grande vulnerabilidade social. Na capital são 8 unidades: CIC do Imigrante (Barra Funda), Leste (Itaim Paulista), Oeste (Jaraguá), Sul (Jardim São Luís), Norte (Jaçanã), Casa da Cidadania (Jabaquara), Feitiço da Vila (Valo Velho) e Grajaú. Na Grande São Paulo são 4 unidades: Guarulhos, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Ferraz de Vasconcelos. No interior, o CIC possui unidades em Campinas, Juquiá, Jundiaí, Laranjal Paulista e Cajamar. Há, ainda, uma unidade no litoral, em São Vicente.