22ª etapa da Operação Combustível Limpo encontra irregularidades em três postos

Nesta sexta-feira, 13 de maio, a Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC), o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), o Procon-SP e a Polícia Civil realizaram a 22ª etapa da Operação Combustível Limpo, no interior de São Paulo.

A força-tarefa tem a finalidade de combater fraudes e irregularidades em postos de combustíveis e contou com a presença do secretário da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa.

As equipes do Ipem-SP, Procon-SP e da Polícia Civil fiscalizaram três postos de combustíveis na ação, localizados no município de Araçatuba, nos bairros Jardim Santa Luzia, Vila Industrial e Vila Estádio.

Foram encontradas irregularidades nos três postos, dentre elas: prejuízo ao consumidor por abastecer menos do que o valor pago; vazamento do bico de descarga e do bloco medidor; falta de informação dos combustíveis comercializados de forma visível à distância; informar preço menor do que o efetivamente cobrado; oferecer etanol diferente do efetivamente comercializado; loja de conveniência com produtos vencidos e informações faltantes; vazão da bomba que não atingiu 50% do tolerado; dígito queimado do instrumento; e a mangueira em mau estado de conservação.

Ao término da fiscalização, foram expedidos autos de infração administrativos, assim como a interdição de bombas.

Desde a sua criação, em outubro de 2021, a Operação Combustível Limpo fez 22 operações. As equipes do Ipem-SP fiscalizaram 100 postos nas cidades de São Paulo, Araçatuba, Campinas, Guarujá, Santos, Osasco, Praia Grande, Registro, Santo André, São Bernardo do Campo e Taboão da Serra. Destes, 54 estabelecimentos apresentaram irregularidades e foram autuados pelos fiscais do instituto; 14 estavam fechados no momento da operação; 31 estavam corretos; e um posto estava aberto, mas sem energia elétrica, portanto não houve fiscalização.

Caso o cidadão identifique algum estabelecimento que apresente irregularidades, a denúncia pode ser feita para a Ouvidoria do Ipem-SP pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo e-mail ouvidoria@ipem.sp.gov.br.