Tribunal de Justiça - Secretário da Justiça prestigia posse administrativa do CSM e da diretoria da EPM

O secretário da Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti, prestigiou nesta terça-feira (7) a posse administrativa dos integrantes do Conselho Superior da Magistratura (CSM) e da Diretoria da Escola Paulista da Magistratura (EPM) eleitos para o biênio 2020/2021.

A cerimônia realizada no Salão Nobre Ministro Costa Manso, localizado no Palácio da Justiça, sede da Corte foi acompanhada por mais de 300 pessoas, entre magistrados e servidores da Corte e familiares e amigos dos empossados.

O desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, presidente do Tribunal de Justiça no último biênio, proferiu discurso de reverência à Justiça paulista e confiança na próxima administração. “Presidente Pinheiro Franco, deixo em suas honradas mãos, experientes e calejadas pela tradição familiar, do berço paterno herdadas, a missão de prosseguir na liderança e comanda da Corte de Justiça Bandeirante, tendo a Constituição Federal como o farol maior a iluminar os destinos da nação brasileira”, disse.

O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, fez sua primeira alocução à frente da Corte. “Exercerei a Presidência com humildade, vontade, determinação e muito desejo de acertar”, afirmou. “Exercerei de forma veemente a Defesa da Corte e dos Magistrados”, continuou. “Servos da Constituição, caminharemos na direção de nos fazer ouvidos e atendidos na formulação dos pleitos que garantam nossa convivência harmônica, mas independente, com os demais Poderes.”

Conselho Superior da Magistratura (biênio 2020/2021): Desembargadores Geraldo Francisco Pinheiro Franco (presidente), Luis Soares de Mello Neto (vice-presidente), Ricardo Mair Anafe (corregedor-geral da Justiça) e os presidentes Guilherme Gonçalves Strenger (Seção de Direito Criminal), Paulo Magalhães da Costa Coelho (Seção de Direito Público) e Dimas Rubens Fonseca (Seção de Direito Privado).

 

Escola Paulista da Magistratura (biênio 2020/2021): Desembargadores Luís Francisco Aguilar Cortez (diretor), Milton Paulo de Carvalho Filho (vice-diretor), Renato Rangel Desinano e Dácio Tadeu Viviani Nicolau (Seção de Direito Privado); Moacir Andrade Peres e Luciana Almeida Prado Bresciani (Seção de Direito Público); Fernando Antonio Torres Garcia e Adalberto José Queiroz Telles de Camargo Aranha Filho (Seção de Direito Criminal) e Carlos Bortoletto Schmitt Corrêa (juiz de entrância final).

 

 

Fonte Tribunal de Justiça

Compartilhe esta notícia: