Institucional - Presidente do STF critica judicialização e prega diálogo durante evento em SP

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, afirmou nesta segurança-feira (12) que o Judiciário assumiu protagonismo por causa da extensão da Constituição Federal de 1988 que é preciso diminuir a judicialização. A afirmação foi feita durante encontro no LIDE - Grupo de Líderes Empresariais, realizado em um hotel de São Paulo e do qual participaram o Governador João Doria e o secretário da Justiça e Cidadania, Paulo Dimas Mascaretti, além de outras autoridades.

Presidente do STF, Dias Toffoli: discurso em prol do diálogo

“O Judiciário tem de ser a última ratio [recurso, em latim] e não a primeira”, disse Toffoli. “A sociedade deve reassumir seu papel na resolução de seus problemas, de seus conflitos”, complementou, depois de citar questões do dia a dia do País que terminam em julgamento na Suprema Corte. “Se tudo vai parar no Judiciário, é o fracasso da sociedade”, afirmou.

Para o presidente do STF, “se colocamos no Judiciário o destino do futuro, alguma coisa está errada”. “O Judiciário julga o passado”, observou, dizendo que o futuro cabe à classe política.

No encontro, que reuniu mais de 500 executivos dos mais variados setores de atuação, Dias Toffoli disse ainda que é preciso entender o resultado das eleições de 2018. “O povo fez a opção por destravar o Brasil. São 57 milhões que quiseram fazer entender que as instituições precisam mudar e que o Brasil precisa mudar”.

Secretário da Justiça e Cidadania Paulo Dimas Mascaretti participou do evento com o presidente do STF

Segundo ele, o Brasil necessita de estabilidade e de diálogo e ao Judiciário cabe garantir a segurança jurídica.

Toffoli foi saudado pelo Governador João Doria como “o vanguardista do equilíbrio e da pacificação do Brasil”.  O governador destacou que o Supremo Tribunal Federal é soberano e defensor do estado democrático de direito, e que o ministro Dias Toffoli é o artífice desse papel.

Também participaram do evento o secretário estadual da Habitação, Flávio Amary; o secretário municipal de Justiça e Cidadania, Rubens Rizeck; o presidente do Grupo Lide, Luís Fernando Furlan; o prefeito de Miami, Francis Suarez; o advogado Luís Flávio Borges D’Urso, presidente do Lide Justiça; os juristas Ives Gandra da Silva Martins e Arnold Wald, e outras autoridades.

previous arrow
next arrow
Slider

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria da Justiça e Cidadania

Email: justica@justica.sp.gov.br

Tel.: (11) 3291-2612

Compartilhe esta notícia: